Hoje (03), foi liberado uma entrevista que Emeraude Toubia concedeu para a revista Style Verify Magazine, na qual a mesma é a capa da edição. Confira a seguir, a entrevista traduzida:

Beleza

ET: Bem, eu sou metade mexicana e metade libanesa, então eu tenho horríveis olheiras. Eu posso dormir por 24 horas, eu vou acordar e ainda ter olheiras. Eu amo esse novo corretivo da NARS que é a coisa que eu não posso viver sem na minha bolsa de maquiagem.

 

Coquetéis

ET: Oh, meu deus! Meu coquetel favorito é um Amaretto Sour, e eu amo ele com cerejas escuras. Eu também gosto dessa bebida mexicana, Carajillo. É licor, Licor 43 e depois mistura com uma porção de expresso. Muitas pessoas não têm Licor 43, então você sempre pode ter Disaronno com uma porção de expresso. Isso mantém sua energia em andamento.

 

Qual é uma das suas lojas favoritas?

ET: Eu amo BCBG. Eu amo GUESS. Eu sempre quis ser modelo da GUESS (risadas). Esse tem sido meu sonho desde que eu era pequena. Eu também amo Saks, e uma marca que eu amo é Alice and Olivia. O Self-Portrait também é realmente legal.

 

Eu sei que você deve ser muito ocupada, o que você faz no tempo livre… o que você ama fazer fora a atuação?

ET: No meu tempo livre, eu comecei a treinar de manhã. Eu tenho assistido muitos filmes enquanto caminho, pois minha nova estratégia é caminhar por uma hora ao invés de correr por 20 minutos. Então eu caminho por uma hora e assisto muitos filmes. Hoje eu estou no dia 50, e eu estou orgulhosa de mim mesma porque eu tenho trabalho por 5 dias seguidos. Estou começando na academia e, apesar de estar filmando muito, quero esse momento para voltar em forma. Além disso, adoro restaurantes e estou comendo diferentes tipos de comida. Eu estava recentemente na Tailândia e estava numa aula de culinária tailandesa. Foi incrível! Eu adoro abraçar as novas culturas e seus alimentos. Eu gosto muito de comer… Eu tenho que trabalhar para continuar comendo muito. (risos)

 

O que você poderia dizer “Hollywood é como?”

ET: Bem, se você ver alguma selfie em meu Instagram, só sei que tive que tirar umas cem antes de eu encontrar uma. Não é apenas um clique, e a foto sai boa. Há uma que você acaba gostando e postando.

O que eu admiro sobre as pessoas de Hollywood é que todas estão lutando pelos seus sonhos. Eles estão dispostos a fazer de tudo para atingirem seus objetivos, e isso é inspirador. O outro lado de Hollywood é que as pessoas vão dizer coisas que você quer ouvir, como, você foi incrível ou que você é lindo e depois vão virar e dizer o contrário. Eu me sinto a abençoada por ter me mudado para Hollywood em Janeiro e três meses depois eu reservei um papel principal em Shadowhunters. Eu posso dizer que foi uma benção conseguir essa oportunidade e não ter que lidar com muita conversa fiada.

Eu ainda tenho amigos que estiveram aqui há anos, e ainda não aconteceu com eles. Lamentavelmente, eles têm que lidar com isso de vez em quando. É um pouco infeliz, mas acho que quanto mais você luta, mais gratificante será.

 

Sobre Shadowhunters: Conte-nos sobre sua jornada com as “chamadas de retorno”? Você teve muitas?

ET: Eu acabei ganhando muitas chamadas de retorno. Era cerca 5 elencos diferentes. Eu fiz uma leitura com os diretores de elenco, Alyson Silverberg e Jonathan Clay Harris. Minha segunda vez foi em frente a um dos produtores exclusivos e minha terceira vez foi em frente de todos os escritores e produtores. E a quarta vez foi finalmente em frente de todos os produtores da Freeform. Era como um pequeno teatro, e eu fiz a audição com belas mulheres afro-americanas. Eles ainda estavam decidindo sobre o que eles queriam para o papel de Isabelle. E era uma mistura. Eu fico feliz por eles terem me escolhido.

 

Nós sabemos que você deve ter ficado animada. Quem foi a primeira pessoa que você ligou quando descobriu que ganhou o papel?

ET: Meus managers pregaram uma peça em minha. No Twitter eu vi que eles iriam anunciar quem pegou o papel da Isabelle em 10 minutos. Então eu pesei que não tinha conseguido, porque se eles iriam anunciar a garota em 10 minutos a gente já tinha que saber naquele momento. Eu liguei para os meus managers e perguntei se eles receberam alguma resposta e eles disseram: “ Você sabe eles decidiram ir por um caminho diferente.” E eu pensei “Ah, que droga…” e então “APENAS BRINCADEIRA, você conseguiu o papel!” Eu não pude acreditar… Eu tive que me beliscar. Eu realmente tive que me beliscar. Isso não acontece apenas em filmes (risadas). Isso é real!

Eu acho que a primeira pessoa que eu liguei foi para a minha mãe… E foi impressionante. Eu lembro que uma semana havia passado e eu ainda não acreditava que eu tinha pego o papel. Eu vi a grande base de fãs por trás disso e foi tópicos tendências mundialmente. Foi quando eu soube a  responsabilidade que eu tinha… agora o verdadeiro trabalho começou.

 

Você está em uma forma ótima. Você pode compartilhar alguns dos seus segredos fitness ou de saúde?

ET: Eu gosto de beber muita água. Cerca de dois litros por dia. Eu acho que isso é muito importante. Além disso, se você puder, tome um chá quente pela manhã e um chá quente à noite… nenhum desses chás loucos que eles promovem sobre a perda de peso, porque eu acho que ele realmente suja seu corpo. Na parte da manhã você pode ter um chá verde com cafeína natural e isso lhe dera energia e, à noite, talvez tome um chá de camomila, eu gosto de fazer isso. Eu também não tento me pressionar. Não estou numa dieta rigorosa. Eu simplesmente não gosto de comer depois das 8h da noite. Eu também gosto de treinar no início da manhã. Assim que eu acordo, eu vou à academia, dessa maneira você realmente não pensa sobre isso e você simplesmente vai e faz. Se você deixar o dia passar, você encontra mais desculpas para não ir à academia.

 

Os obstáculos da vida podem pesar pesado em seu bem-estar mental e físico. Esta indústria é extremamente competitiva. Alguma vez alguma vez você se sentiu desencorajada ou sentiu vontade de desistir? Como você superou isso? Que conselho você pode dar aos que aspiram a estar nesta indústria?

ET: Fui muito intimidado durante todo o ensino médio na escola. Lembro-me de que havia momentos em que eu tinha que comer sozinha no banheiro porque eu não tinha ninguém para sentar no refeitório. Foi difícil, mas eu me sinto muito abençoado. Minha mãe sempre foi muito soporativa. Eu também sou filha único, então não tive irmãos. Minha mãe é minha melhor amiga e ela sempre me encorajou a ser a melhor pessoa que posso ser. Eu sempre peguei isso para me motivar… para provar todos os erros e lutar mais por o que eu quero. Eu acho que se envolver com outras atividades ajudou muito. Tente se afastar de qualquer coisa negativa e direcione sua mente de forma positiva… faça da melhor maneira possível.

 

POPCORN

ET: Eu realmente quero ver “Estrelas Além do Tempo”, eu ouvi que é ótimo! Há esse livro que eu realmente gosto… “The Gift of Time” (Jorge Ramos). Ele explica que não importa o que você dá a alguém, não importa o quão caro o presente, a coisa mais importante e a coisa mais valiosa que você pode dar a alguém é seu tempo. É o que você mais aprecia. Além disso, “11 minutos” de Paulo Coelho.

 

O que você tem a dizer aqueles que nos chamam (mulheres) de Emocional/ Sensível/ Estranha/ Extra/ Sarcástica/Difícil/ ou temperamental?

ET: É o que nos torna quem somos. Nós somos humanos. Quem diz que os caras não têm sentimentos e não choram? Eu vi muitos garotos chorarem. Eu honestamente não dou atenção às pessoas que dizem essas coisas.

 

100 pares de sapatos e apenas 2 pés! Qual foi a última coisa que você comprou para si mesmo?

Eu comprei este óleo hidratante. (Marca: Caudalie)

 

Existem projetos em andamento?

Sim, mas não posso dizer nada sobre eles ainda (risos). Vamos apenas dizer que há um novo projeto e é assustador talvez um projeto de filme.

Tradução & Adaptação: Equipe ETBR

 → Confira os scans da revista em nossa galeria:

etbr~1.jpg

INICIO > REVISTAS E JORNAIS – SCANS > 2018 > 001 – STYLE VERIFY MAGAZINE – JANEIRO

Na noite desta quinta-feira (26), Emeraude Toubia compareceu a premiação “Latin American Music Awards”, onde passou pelo tapete roxo e também subiu ao palco e apresentou uma categoria do evento. Confira a seguir todas as fotos em HQ na nossa galeria:

etbrasil_281029.jpgetbrasil_281329.jpgetbrasil_281529.jpgetbrasil_283329.jpg

INICIO > APARIÇÕES E OUTROS EVENTOS – APPEARANCES & OTHER EVENTS > 2017 > (26.10) 2017 LATIN AMERICAN MUSIC AWARDS – ARRIVALS

 

emetoubiabr_28229.jpg

INICIO > APARIÇÕES E OUTROS EVENTOS – APPEARANCES & OTHER EVENTS > 2017 > (26.10) 2017 LATIN AMERICAN MUSIC AWARDS – PALCO

No começo do mês de Agosto, Emeraude Toubia concedeu uma entrevista para a UMO Magazine, confira a tradução a seguir:

UMO: Em Julho vimos você na Comic-Com de San Diego com o elenco de Shadowhunters. Como foi com os fãs? É um momento no qual você realmente pode medir o afeto que as pessoas têm pelo seu personagem?

ET: A verdade é que essa experiência é única. Os fãs de todos os quadrinhos são muito especiais e expressivos; eles amam tanto esses personagens, se vestem como eles… Enquanto estávamos numa entrevista um fã nos falou o quanto esses personagens significam para ele, e até mesmo chorou. E isso é um momento muito intimo com todos os fãs e algumas vezes, pelo menos no meu caso, eu vejo muitos vestidos como minha personagem (Izzy) então é muito legal ver que o trabalho que você esta fazendo, colocando todos os seus esforços, e todo o seu amor, esta sendo refletido de uma forma tão positiva e que eles gostam.

 

UMO: Falando em quadrinhos, você consegue se ver como uma heroína latina como “Mulher Gato” ou “Mulher Maravilha”? E quais superpoderes você gostaria de ter?

ET: Oh imagina (risos). Eu acho que por agora eu posso dizer que estou feliz em fazer um tipo de heroína na televisão americana e também em todo mundo, já que a série é exibida pela Netflix, mas acredito que qualquer sonho de qualquer garota que quer ser atriz é poder ser. Está provado que as mulheres são agora superpoderosas, GirlPower… E, claro, eu adoraria interpretar uma Mulher Gato ou a Mulher Maravilha, seria algo espetacular.

Dependeria do personagem, mas eu pessoalmente gosto de Emeraude, e eu adoraria poder voar. Eu adoro conhecer diferentes lugares, refeições, talvez também ser invisível e caminhar em certos lugares onde as pessoas não podem me ver…  Sentar-me com  figuras públicas muito importantes ou  viajar no tempo, para ver o que foi a vida de Maria Felix ou Frida Calo, que me fascinam, coisas como o que os pais adorariam fazer.

 

UMO: Vindo do mundo da televisão, depois de ser uma apresentadora, e também ser modelo, você se adaptou rápido na atuação?

ET: Bem, eu estava muito assustada no começo. Eu tinha aulas de atuação na escola, e quando eu tive que me apresentar para meu exame final como uma solista (um monólogo), eu não fui para a aula eu estava com tanto medo e em pânico. Então sim me levou um pouco de tempo para ser confiante sobre mim mesma e mais que tudo fazer o trabalho pensando em mim, para me sentir satisfeita com o que estou fazendo, em vez de pensar sobre o que os outros dizem. Eu fiz aula com a professora Adriana Barraza, que é mexicana e que também foi indicada ao Oscar, então eu acho que ela me guiou, me ajudou a criar as quatro paredes no em que estou fazendo uma cena.

 

UMO: O que significou para você ser nomeado como atriz para um Teen Choice Awards?

ET: É a minha primeira nomeação individual como atriz. A verdade que eu não esperava. Eu lembrei como os artistas dizem “Apenas por ser nomeado eu já estou ganhando” e eu dizia “Claramente não”, você tem que ganhar para sentir que você vai ganhar. Então quando eu tive a experiência e eu disse “Wow“, agora eu já entendo por que eles dizem que ao ser nomeado já é como ganhar porque entre tantas meninas me escolheram, os fãs, a produção me escolheu para representar a corrente, o gênero  da minha série. Estou muito feliz. O simples fato de ser nomeada (risos) para mim já é uma grande conquista e é como vencer.

 

UMO: A segunda temporada de Shadowhunters já foi concluída, mas a terceira temporada já foi confirmada para o próximo ano.

ET: Sim, no momento eu estou de férias. Em uma semana eu voltarei para Toronto para filmar a nova temporada e eles já me enviaram o roteiro do primeiro episódio e muitas coisas vão ficar interessantes, muitas coisas que novamente não esperamos principalmente minha personagem, e vai ser uma nova aventura muito divertida e muito controversa para o curso aonde vamos.

 

UMO: A série é filmada  no Canadá, e você nasceu lá. Fato ou pura coincidência?

ET: Sim, destino ou vida. Agora também há muitas produções que estão sendo gravadas no Canadá por causa de taxas e questões econômicas, então é por isso que muitas pessoas vão lá. Olhe, o Canadá, e especialmente Toronto é uma super cidade, não imaginei que eu fosse passar um bom tempo lá; Tem restaurantes deliciosos, pessoas de diferentes tipos de culturas e nacionalidades, os lugares também são muito icônicos.

 

UMO: O que você aprendeu com a sua personagem Izzy em ‘Shadowhunters’? Você tem pontos em comum com ela?

ET: Nos somos muito semelhantes no quesito que eu sou muito ligada a minha família, e ela também é, e realmente morreria por eles. Nisso nós somos muito parecidas, mas eu acho que ela tem muita segurança sobre si mesma, ela sabe que a vida é curta e que temos que aproveitar ao máximo, é isso que eu tenho aprendido com ela, que temos que apreciar os pequenos momentos da vida e aproveita-los com nossos entes queridos e não ligar para o que as pessoas dizem. Pensando mais sobre o que eu quero, e isso não está machucando ninguém, lutar para alcançar o que eu quero.

UMO: Ao contrário de outros artistas ou atrizes, você continua a manter sua vida privada com grande descrição. Você acha que há coisas na sua vida pessoal que só devem interessar a você e a pessoa com quem você está nesse momento? Seja sua família, amigos ou parceiro.

ET: Cada pessoa decide o que vai fazer, mas se você vai se expor, não venha e diga: “Oh, eu não vou mais dar entrevistas”. É o que as vezes não entendo destes artistas que ensinam o belo,mas não querem ensinar isso de forma errada. Para mim é mais mágico quando as coisas estão entre uma pessoa e outra, assim fica íntimo. Sinto que quando você dá isso aos outros (informações pessoais), se perde um pouco do encanto, e talvez já se esteja vivendo, como eu disse antes, pelas aparências “Oh, o que essa pessoa ou outra vai dizer?” Melhor deixar assim ou não fazer certas coisas por ter medo porque se expulseram tanto para a mídia. Eu prefiro, não sei manter minha vida íntima e próxima e compartilhar certas coisas, mas não tudo.

 

UMO: No ano passado você realizou o seu sonho de ser a capa da revista Cosmopolitan para o México e a América Latina. Existe alguma outra revista na qual você gostaria de aparecer?

ET: Eu adoraria, eu não sei, acredito em um futuro ser capa da Vogue ou ELLE. Seria uma grande conquista… Mas pouco a pouco. Sinto que estou apenas começando, tenho muito a aprender. Eu continuo trabalhando, lutando e tentando ser uma versão melhor de mim todos os dias e sinto que, quando chegar a hora, obviamente ficarei muito feliz.

 

UMO: Além da Bachata, obviamente, quais outros estilos ou gêneros musicais você ouve frequentemente?

ET: Eu sou super romântica, eu amo baladas. Eu gosto muito de Camila, Reik, Bruno Mars… Músicas que faz você sentir.

 

UMO: Quando você irá para a grande tela? Existem algumas atrizes de Hollywood que você tem uma admiração especial?

ET: Já estou em conversações para um filme. E sim, meu próximo objetivo é começar a filmar um filme. Eu gosto da carreira de Lupita Nyong’o, que pode fazer algo para a Disney, mas também outros papéis como em ’12 Years a Slave’. Eu quero que as pessoas me vejam como uma atriz muito versátil, não quero ser rotulada em um tipo de personagem, quero que saibam que também posso assumir papéis diferentes e sim, eu quero papéis que me motivam e me desafiam.

Wow! Penélope Cruz, Salma Hayek, Jennifer Lopez… Elas foram atrizes latinas que realmente foram as primeiras a marcar o que é um ótimo crossover, do que é um Latino e um Hispânico para a America.  Agora, há uma nova geração de latinas, mas sinto que elas nos deixaram muito altas e é preciso continuar com esse repertório de ser dedicado, trabalhador, também ter coração e cuidar de outros. Eu sinto que elas fizeram uma ótima representação de quem somos.

Tradução & Adaptação: Equipe ETBR

Fonte

12